A natureza evolutiva do desenvolvimento à luz da globalização

Denis Goulet

Resumo


Durante muito tempo o desenvolvimento foi visto em termos econômicos reducionistas. Avaliações críticas de seu desempenho levaram no fim de contas a debates multidisciplinares e multidimensionais do problema. Com atraso, reconheceu-se que o desenvolvimento é um problema carregado de valores demandando explicitamente análise ética. Os padrões dominantes de desenvolvimento não são equitativos; não devem ser, pois, sustentados. A sustentabilidade é necessária nas arenas econômica, social, política e cultural. Um desenvolvimento de base ética requer a reversão da inversão de meios e fins pelos atores envolvidos. Perseguir o desenvolvimento econômico como fim leva a sérias distorções. A correção disso impõe usar a concorrência de mercado como mecanismo social, não como princípio de operação. A globalização produz efeitos bons e maus. A entrada de novos atores – ONG’s e outros agentes da sociedade civil – em arenas da tomada de decisões de desenvolvimento remodela os termos dos debates de desenvolvimento. Surgem demandas crescentes de populações afetadas e atores institucionais na sociedade civil para que definam seu próprio desenvolvimento. Isso desafia a tomada de decisões de elite das instituições financeiras internacionais dominantes, dos governos das grandes potências e das grandes corporações internacionais de negócios.


Development was long viewed in reductionist economic terms. Critical assessment of performance eventually led to making development debates multi-dimensional and multi-disciplinary. It was belatedly recognized that development is a value-laden issue demanding explicitly ethical analysis. Dominant patterns of development are not equitable; they must not be sustained. Sustainability is needed in economic, social, political, and cultural arenas. Ethically based development calls for a reversal of the inversion of means and ends by development actors. As the UNDP notes, economic development is a means to a broader end: qualitative human development. Pursuing economic development as an end leads to serious distortions. Correction requires using market competition as a social mechanism, not as an operating principle. Globalization produces good and bad effects. The entry into arenas of development decision-making of new actors - NGOs and other agents of civil society - re-frames the terms of development debates. There are growing demands from affected populations and institutional actors in civil society to define their own development. This challenges elite decision-making of dominant international financial institutions, great power governments, and large international business firms.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2014 Cadernos de Estudos Sociais

ISSN:2595-4091

 

Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Atribuição (BY): Os licenciados têm o direito de copiar, distribuir, exibir e executar a obra e fazer trabalhos derivados dela, conquanto que deem créditos devidos ao autor ou licenciador, na maneira especificada por estes.