109 - Dois modelos para a convivência do produtor rural com o ambiente do semi-árido nordestino

Renato Duarte

Resumo


A zona semi-árida do Nordeste brasileiro caracteriza-se por ter uma das maiores densidades demográficas entre as regiões do planeta que apresentam características ambientais semelhantes. Tendo a área calculada em aproximadamente 882.000 km2, o semi-árido nordestino abriga cerca de 18 milhões de habitantes e tem uma densidade demográfica em torno de 20 hab/km2. Nas situações como as do semi-árido nordestino, em que predominam solos pobres e rasos, clima quente e seco, onde 70% do subsolo são de formação cristalina (com escassos lençóis freáticos), e aonde a pluviometria mostra-se irregular tanto em termos temporais (ocorrência de secas periódicas) quanto na distribuição espacial (incidência de chuvas com diferentes intensidades em áreas próximas), aquela densidade pode ser considerada alta. No caso da zona semi-árida do Nordeste brasileiro, a essa situação natural adversa somam-se as desiguais condições de posse e uso da terra e a utilização, na maioria das propriedades rurais, de métodos arcaicos de cultivo do solo e de manejo dos rebanhos.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.