Evasão escolar: possibilidades de intervenção do Conselho Escolar no contexto da pandemia

Autores

  • Karina Santos do Nascimento UFPE
  • Ivanilso Santos da Silva

DOI:

https://doi.org/10.33148/cetropicov44n2(2020)art10

Resumo

Resumo

Este presente artigo propõe analisar a evasão dos jovens frente às ações do conselho escolar e para isto realizamos um estudo de caso em uma escola da rede municipal do Recife. O conselho escolar como um instrumento de gestão democrática, faz parte do coletivo da instituição de ensino, vivenciando várias situações, inclusive a evasão dos jovens. Esse órgão colegiado é composto por membros de todos os segmentos da escola, sendo seus encaminhamentos reflexos de decisões coletivas. A pesquisa se utilizou da abordagem qualitativa, a coleta de dados foram através de observações na rotina e entrevista semiestruturada com representantes do colegiado e da comunidade escolar. Os dados obtidos foram analisados através da análise de conteúdo de Bardin (2004). O resultado apontou que o conselho escolar possui sua funcionabilidade fragilizada, pois falta um maior engajamento dos seus membros, principalmente no que se refere às tomadas de decisões coletivamente, que visem priorizar o que é essencial ao bom andamento da escola.

Palavras-chave: Evasão escolar. Conselho escolar. Juventude.

 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Ivanilso Santos da Silva

Pedagogo (UNICAP), Mestre em Educação (UFPE).

Downloads

Publicado

2020-12-28

Como Citar

Santos do Nascimento, K., & da Silva, I. S. (2020). Evasão escolar: possibilidades de intervenção do Conselho Escolar no contexto da pandemia. Ciência &Amp; Trópico, 44(2). https://doi.org/10.33148/cetropicov44n2(2020)art10

Edição

Seção

ARTIGOS