METODOLOGIAS DE IDENTIFICAÇÃO DE RISCO A ESCORREGAMENTOS DE TERRA ASSOCIADAS AO ÍNDICE DE VULNERABILIDADE SOCIAL (IVS), APLICADOS AO MUNICÍPIO DO RECIFE

Joaquim Pedro de Santana Xavier, John Kennedy Ribeiro de Santana, Carlos de Oliveira Bispo, Fabrizio de Luiz Rosito Listo

Resumo


O município do Recife apresenta várias localidades propícias a desastres ambientais. A ocupação de áreas impróprias (tabuleiros, colinas), principalmente por populações socialmente vulneráveis é uma situação preocupante. Este artigo tem como objetivo aprimorar uma metodologia de identificação de risco a escorregamentos associada ao Índice de Vulnerabilidade Social (IVS). A metodologia foi baseada na análise heurística, utiliza-se fatores relativos a geologia, geomorfologia, solos, declividade, forma do terreno, uso e ocupação da terra. A análise espacial foi realizada por meio do método multicritérios e álgebra de mapas, a ponderação das variáveis através do método Fuzzy. Gerou-se mapas de Perigo, IVS e Risco. Na associação do mapa de perigo com o IVS na modelagem de risco a escorregamentos conseguiu-se resultados satisfatórios na identificação espacial de áreas com risco (11,8%), porém insuficiente para questão da intensidade do risco.

 

PALAVRAS-CHAVE: Sociedade. Risco. Vulnerabilidade.


Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.33148/CeTropico-v.43,n.1(2019)_1833

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Incluir comentário

Direitos autorais 2019 Joaquim Pedro de Santana Xavier, John Kennedy Ribeiro de Santana, Carlos de Oliveira Bispo, Fabrizio de Luiz Rosito Listo



Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional.

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia