Cultura organizacional: um estudo comparativo entre duas universidades federais

Publicado
2020-06-19
Palavras-chave: Cultura Organizacional, Dimensões Culturais de Hofstede, Organizações do Setor Público, Instituições de Ensino Superior

    Autores

  • Jailson Santana Carneiro Universidade Federal da Paraíba (UFPB).
  • Lívia Nogueira Pellizzoni Universidade Federal da Paraíba (UFPB).
  • Janayna Souto Leal Universidade Federal da Paraíba (UFPB).
  • Bruna Lourena de Lima Dantas Universidade Federal da Paraíba (UFPB).
  • André de Paula Rêgo Graciano Luz Universidade Federal da Paraíba (UFPB).

Resumo

Este trabalho tem como objetivo investigar de forma comparativa, a partir dos estudos de Hofstede (1980, 1991) as dimensões culturais entre duas universidades federais do Nordeste brasileiro a fim de identificar possíveis semelhanças e divergências, levando em consideração o tempo de existência delas. Para isso, utilizou-se como referência a escala desenvolvida por Coleta e Coleta (2005) que contem quatro dimensões (Distância do Poder, Coletivismo versus Individualismo, Feminilidade versus Masculinidade e Controle da Incerteza) numa abordagem quantitativa por meio de análises estatísticas. A pesquisa foi de natureza descritiva cuja população foi constituída por técnicos administrativos da Universidade Federal da Paraíba (UFPB) e da Universidade Federal do Cariri (UFCA) com amostragem por conveniência dos pesquisadores. Os resultados sugerem as dimensões investigadas são ligeiramente maiores na UFPB, com exceção do individualismo que teve nível mais elevado na UFCA. Embora as universidades sejam geridas pelo governo o presente estudo apontou que instituições mais antigas apresentam cultura organizacional diferentes das universidades mais recentes, ainda que de maneira branda.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

BARROS, P.A. Aspectos da Cultura Organizacional e do Envelhecimento em Servidores Públicos de um Instituto de Pesquisas. 2015. 186 f. Dissertação (Mestrado em Desenvolvimento Humano). Universidade de Taubaté. Taubaté, 2015.

CARVALHO, M.C; ROCHA, F.L.R.; MARZIALE, M.H.P; GABRIEL, C.S.; BERNARDES, A. Valores e práticas de trabalho que caracterizam a cultura organizacional de um hospital público. Texto Contexto Enfermagem, v. 22, n. 3, p. 746-753, 2013.

CERVO, A. L.; BERVIAN, P. A.; SILVA, R. Metodologia científica. 6. ed São Paulo: Prentice Hall, 2007.

COLETA, J. A. D.; COLETA, M. F. D. Escalas para medida de fatores da cultura organizacional de instituições de educação superior. Avaliação Psicológica, v. 4, n. 2, p. 173-182, 2005.

COLETA, J. A. D.; COLETA, M. F. D. Cultura organizacional e avaliação de instituições de educação superior: semelhanças e diferenças. PsicoUSF, v. 12, n. 2, p 227-237, 2007.

COLETA, J. A. D.; COLETA, M. F. D.; LIMA, S. P. A cultura organizacional real e idealizada de faculdades de licenciatura e a percepção de suas práticas e qualidades. Educação e Filosofia, v. 19, n. 37, p. 51-67, 2005.

COSTA, F. J. Mensuração e desenvolvimento de escalas: aplicações em Administração. Rio de Janeiro, 2011.

DUSSAULT, G. A gestão dos serviços públicos de saúde: características e exigências.

Revista de Administração Pública, Rio de Janeiro, v. 26, n. 2, p. 8-19, abr./jun. 1992.

ELLWANGER, M. P. Fatores condicionantes do ambiente cooperativo entre órgãos de uma instituição pública. 2012. 166f. Dissertação (Mestrado em Administração) – Centro de Ciências Sociais e Humanas, Universidade Federal de Santa Maria, Santa Maria, 2012.

FERREIRA, K. A. R.; MOURA, L.R.; CUNHA, N. R. S.; MOURA, L. E. L. Cultura e valores organizacionais em uma universidade federal brasileira. Revista Pensamento Contemporâneo em Administração, v. 6, n. 3, p. 69-87, 2012.

HAIR Jr., J. F. et al. Análise Multivariada de Dados. 6. ed. Porto Alegre: Bookman, 2009.

HOFSTEDE, G. Culture’sconsequences: internationaldifferences in work-relatedvalues. Oxford UniversityLtd, 1980.

HOFSTEDE, G. Culture and Organizations: Software ofthe mind. New York: McGraw-Hill, 1991.

HOUSE, R.J., HANGES, P.J., JAVIDAN, M., DORFMAN, P.W., GUPTA, V. Culture, leadership and organizations: the GLOBE study of 62 societies. Thousand Oaks: Sage, 2004.

JULIANI, D. P. Framework da cultura organizacional nas universidades para a inovação social. 2015. 213. Tese (Doutorado em Engenharia e Gestão do Conhecimento). Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis, 2015.

LIMA, S. P. Cultura organizacional real e idealizada de faculdades de licenciatura e práticas administrativo-pedagógicas. 2001. Dissertação (Mestrado em Educação Superior) Centro Universitário do Triângulo, Uberlândia, 2001.

MACHADO, D. D. P. N.; SANTOS, A. F.; PINTO, V. M. Dimensões da cultura organizacional no modelo de Hofstede: Aplicações em uma Organização Militar do Exército Brasileiro e um Órgão Público do Poder Judiciário. XII SEMEAD, Anais, 2009.

MASCARENHAS, A. O.; KUNDA, G.; VASCONCELOS, I. F. G. Cultura organizacional e antropologia interpretativa – ultrapassando a abordagem de integração na pesquisa e na prática. In: VASCONCELOS, F. C.; VASCONCELOS, I. F. G. (Orgs.) Paradoxos Organizacionais: uma visão transformacional. São Paulo: Pioneira Thomson Learning, 2004. p. 197-229.

MUZZIO, H.; COSTA, F. J. Para além da homogeneidade cultural: a cultura organizacional na perspectiva subnacional. Cadernos EBAPE. BR, v. 10, n. 1, 2012.

PINTO, M.M.A. Cultura organizacional e características da liderança em empresas de Uberlândia e região. 2005. 241f. Dissertação (Mestrado em Psicologia) – Faculdade de Psicologia, Universidade Federal de Uberlândia, Uberlândia, 2005.

PIRES, J. C. S.; MACEDO, K. B. Cultura Organizacional em Organizações Públicas no Brasil. RAP, v. 40, n. 1, p. 81-105, 2006.

SAMPIERI, R. H.; COLLADO, C. F.; LUCIO, P. B. Metodología de la investigación. 4. ed. México: McGraw-Hill, 2006.

SILVA, L. P., FADUL, E. A produção científica sobre cultura organizacional em organizações públicas no período de 1997 a 2007: um convite à reflexão. Revista de Administração Contemporânea (RAC), Curitiba, v.14, n.4, p.651-669, 2010.

SILVEIRA, L. F.; GARCIA, F. C. A influência da cultura nacional na cultura organizacional: estudo de caso de aquisição no setor de biotecnologia. Gestão & Planejamento-G&P, v. 11, n. 1, 2010.

TRALDI, M. T. F.; DEMO, G. Commitment, well-being and satisfaction of management professors at a federal university. REAd. Revista Eletrônica de Administração. Porto Alegre, v. 18, n. 2, p. 290-316, 2012.

Como Citar
Carneiro, J. S., Pellizzoni, L. N., Leal, J. S., Dantas, B. L. de L., & Luz, A. de P. R. G. (2020). Cultura organizacional: um estudo comparativo entre duas universidades federais. Cadernos De Estudos Sociais, 35(1). https://doi.org/10.33148/CES2595-4091 v.35n.120201741